fbpx

Competências: sua importância, seus tipos e como desenvolvê-las?

Entenda as competências e como desenvolvê-las para o sucesso de sua carreira. Entender o que são competências, os tipos de competências, sua importância na carreira e as formas para desenvolvê-las são a diferença entre o desemprego e a empregabilidade.

Na atual visão de pessoas como gente e não como mero recurso, a gestão de recursos humanos assume posição estratégica nas organizações. Afinal, são elas que fazem as coisas acontecerem, seja na empresa, em um órgão público ou em uma ONG.

Na gestão estratégica de pessoas, segundo diversos autores, os principais mecanismos e instrumentos são:

a) Planejamento de recursos humanos;

b) Gestão de competências;

c) Capacitação continuada com base em competências; e

d) Avaliação de desempenho e de competências

Assim, identificar o perfil necessário para cada função e atuar no desenvolvimento dos colaboradores é imprescindível. E como identificar esse perfil? Uma das técnicas modernas é a gestão por competências.

Neste artigo vamos entender o que são competências, nos posts seguintes da série abordaremos os diferentes tipos e como fazer a gestão adequada das mesmas.

Competências: o que são?

É comum ouvirmos que o candidato precisa ter as competências adequadas para a função. Mas o que isso realmente significa? Vamos analisar os mais comuns entendimentos que as pessoas fazem do termo.

Primeiro e mais comum, se relaciona à simples capacidade de fazer algo, de forma genérica.

Na segunda visão, o termo é associado ao conhecimento sobre uma determinada área. De forma geral, com a ideia de que basta adquirir o conhecimento técnico.

No terceiro entendimento, o termo é utilizado com o significado de saber fazer alguma coisa, seja pelo aprendizado teórico ou pela prática.

Mas será que é só isso?

Não!!!!!

Com a visão de que extrapolam os conhecimentos teóricos e empíricos da pessoa ou da tarefa, para Zarifian (1999) a competência consiste na capacidade de colocar em prática os conhecimentos adquiridos nas situações que não apenas se apoiam sobre os mesmos, mas conseguem transformá-los e aumentam sua complexidade.

Para o autor, a competência é contextualizada e somente atingem esse status quando os conhecimentos são comunicados e utilizados, sendo fundamental considerar a rede de conhecimento na qual o indivíduo está inserido.

Quais os tipos de competências e como desenvolvê-las ?

Dessa forma, tais competências se aliam para o adequado desempenho em cada função de acordo com o contexto de trabalho (segmento institucional, localização geográfica, condições socioeconômicas, etc), conforme demonstra a figura a seguir, que apresenta a relação entre as dimensões das competências e os resultados que se espera do profissional no âmbito da organização:

Modelo CHARCS de competência

De maneira geral, os conceitos apresentados na figura são definidos por Rabaglio (2001) como:

  • Conhecimento = Saber (conhecimentos adquiridos no decorrer da vida, nas escolas, universidades, cursos etc, ex: Conhecimento da concorrência e técnicas de negociação); 
  • Habilidade = Saber fazer (capacidade de realizar determinada tarefa, física ou mental, ex: Análise da concorrência e negociação);
  • Atitude = Querer fazer (comportamentos que temos diante de situações do nosso cotidiano e das tarefas que desenvolvemos no nosso dia-a-dia, ex: Participar da concorrência e fazer negociações).
CHA
CONHECIMENTOSHABILIDADESATITUDES
Escolaridade, conhecimentos técnicos,cursos gerais e especializações.Experiência e prática do saberTer ações compatíveis para atingir osobjetivos, aplicando os conhecimentos e habilidades adquiridas e/ou a seremadquiridas.
SABERSABER FAZERQUERER FAZER

Considerando que do ponto de vista da organização, “as competências devem agregar valor econômico para a organização e valor social para o indivíduo” (FLEURY & FLEURY, 2001), competência pode ser definida como “um saber agir responsável e reconhecido, que implica mobilizar, integrar, transferir conhecimentos, recursos e habilidades, que agreguem valor econômico à organização e valor social ao indivíduo”, ilustrado na figura a seguir:

Esquema de competências e saberes envolvidos na Gestão do Conhecimento.

Fonte: (FLEURY & FLEURY, 2001)

Como desenvolver as competências adequadas para o sucesso na carreira?

A gestão de competências está relacionada à ação efetiva, representada nos verbos constantes da figura, que têm como significado fundamental (FLEURY & FLEURY, 2001):

  • Saber agir – saber o que e por que faz; saber julgar, escolher, decidir.
  • Saber mobilizar recursos – criar sinergia e mobilizar recursos e competências.
  • Saber comunicar – compreender, trabalhar, transmitir informações, conhecimentos.
  • Saber aprender – trabalhar o conhecimento e a experiência, rever modelos mentais; saber desenvolver-se.
  • Saber engajar-se e comprometer-se – saber empreender, assumir riscos, comprometer-se.
  • Saber assumir responsabilidades – ser responsável, assumindo os riscos e consequências de suas ações e sendo por isso reconhecido.
  • Ter visão estratégica – conhecer e entender o negócio da organização, o seu ambiente, identificando oportunidades e alternativas.

Se quiser conhecer mais sobre competências e sua aplicação ao ambiente profissional, leia o artigo “A Gestão do Trabalho e os Desafios da Competência: uma Contribuição de Philippe Zarifian

Entenda as competências e como desenvolvê-las para o sucesso de sua carreira.

Gostou deste post? Veja os demais artigos da série “Competências” em nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *